quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Os cheiros

 

     Há algum tempo, li um texto - Rua da Alegria - que me fez pensar na importância que os cheiros têm nas nossas vidas.  E muito mais do que aquilo que queremos consciencializar. Os cheiros são capazes de nos afastar de algo ou de alguém, de nos cativar, de despertar em nós a paixão...

  Lembro-me dos cheiros da minha infância (muitos e bons) e percebo como são importantes naquilo que sou hoje.  Perco-me a pensar nos cheiros e eles levam-me numa inevitável viagem no tempo.
 
   Sem que me aperceba, o cheiro do pão quente, sobretudo se me apanha no meio de uma rua, ao ar livre, transporta-me para a aldeia da minha avó, onde uma vez, num sábado de manhã, me lembro de comer (devorar...) um pão que era apenas o melhor do mundo.

  Outro cheiro único para mim é o da terra molhada, no verão, quando acabou de chover. É imperativo que esteja calor. O cheiro não é o mesmo, se a chuva não cair na terra quente e seca. Quando assim acontece, estou de novo no campo, na quinta dos meus avós, onde ia nos verões da minha infância.

  Mas o cheiro da manhã é para mim o melhor. Quando acabo de acordar e tenho tempo de abrir a janela com a calma que é necessária nestes momentos, vou de propósito lá para fora para sentir esse cheiro que me dá força, que me lembra a infãncia e que traz a esperança de que, naquele dia e daí para a frente, tudo vai ser simples e possível de alcançar. Tudo isto por ter ido, quando era criança, para o ar livre, no campo, em dias quentes, luminosos e longos, e por isso mesmo felizes e intermináveis.



Imagem daqui.

8 comentários:

  1. Os cheiros são perfeitas caixinhas de recordações. Subitamente, transportam-nos para outros tempos, outros lugares. Despertam-nos emoções, vivências, pessoas e... aquilo que nós próprios fomos um dia. Há cheiros que nos fazem viajar no mundo dos afetos.

    Um beijinho, Princesa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo essa a essência! Ficam para sempre connosco.

      Também há aqueles que nos fazem fugir, mas esses não são próprios de uma princesa... ;)

      Outro beijo, Miss Smile

      Eliminar
  2. :)

    Gosto desse cheiro a terra molhada. é divinal. Lembra-me a infância e os três meses de férias que tinha quando andava na escola :)

    Beijinho Princesa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bons tempos! Cheiros assim são cada vez mais difíceis de encontrar! Ainda bem que os tivemos na infância.

      Outro beijo, Vizinha (também posso ser sua vizinha?).:)

      Eliminar
  3. Acho que os cheiros são mais capazes de nos guardar memórias bem vivas do que um rosto ou um lugar. Há cheiros que eu seria capaz de pagar para tornar a encontrar.
    Um beijinho, Princesa, e bom fim de semana. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo! E há cheiros que tinham ficado esquecidos e que de repente aparecem e nos fazem lembrar de lugares, de pessoas ou de momentos ou de tudo isso junto.

      Fui criar memórias e recolher cheiros novos, por isso só hoje vi a mensagem. Obrigada.

      Um beijinho, Susana.

      Eliminar